EMPRESAS

A perturbação das relações entre o consumidor e a empresa, é uma fonte de riscos económicos para o agente económico. Desde logo com a potencial ou efetiva perda do cliente, mas também com o risco da perda de mais clientes devido ao dano para a reputação da empresa que um cliente insatisfeito pode representar, porque se a "melhor publicidade é um cliente satisfeito" o contrário também é verdade.

O controlo desse risco para a reputação, exige da parte das empresas uma preparação para a gestão e resolução do conflito de consumo e o seu apetrechamento com ferramentas adequadas a esse fim.

É neste ponto que os Centros de Arbitragem de Conflitos de Consumo se apresentam como uma importante ferramenta à disposição das empresas na gestão do conflito de consumo. Pela adesão e aceitação da intervenção de um centro de arbitragem, pela via da mediação ou da arbitragem, na resolução do conflito que opõe o cliente à empresa, esta apetrecha-se com uma ferramenta legal e de gestão, que lhe permitirá resolver o conflito, diminuindo os riscos reputacionais e, muitas das vezes, salvaguardando a relação com o cliente.

Os Centros de Arbitragem de Conflitos de Consumo pautam a sua atividade por critérios rigorosos de neutralidade, imparcialidade e equidistância em relação às posições e interesses das partes, sem prejuízo do enquadramento legal das situações em concreto.

 

Sr. Empresário, adira ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Algarve, enviando o formulário de adesão.

Formulário